FECHAR X
Fale Conosco
Av. Professor Frederico Hermann Júnior, 622
Alto de Pinheiros - São Paulo/SP
Ver mapa

A beleza e o charme do Cobogó

 Publicado por Equipe Casa Portoro em   12/01/2018
Postado na categoria Decoração

Para muitas pessoas o cobogó é o queridinho na decoração. Em resumo, trata-se de um bloco vazado de origem pernambucana que marcou presença na arquitetura modernista brasileira e, atualmente, ganhou espaço na decoração de interiores.

Muito além de proporcionar um toque especial nos mais variados ambientes, a função desse acabamento é possibilitar maior ventilação e luz natural em determinado espaço, perfeito para transformar lugares quentes e escuros em espaços agradáveis. Por essa razão, o cobogó se tornou peça fundamental para construtores e decoradores brasileiros que transitam em regiões quentes e úmidas, ensolaradas e com brisa refrescante.

O mais interessante é a história desse bloco vazado. Já quase centenário, o cobogó nasceu de uma necessidade prática: encontrar a solução para amenizar as condições climáticas no interior das casas de Recife e do Nordeste nos anos 1920, sem impedir que a luminosidade e a ventilação natural pudessem circular livremente.

A criação desse elemento se deve a três engenheiros de nacionalidades diferentes e que trabalhavam juntos em construção civil na capital pernambucana. Usando a imaginação, algumas referências da arquitetura árabe e um punhado de cimento, nasceu o cobogó.

O objeto foi batizado a partir das iniciais de seus sobrenomes: Amadeu Olibeira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góes.

Inicialmente, as peças eram produzidas apenas de cimento, mas com o passar dos anos outros materiais como cerâmica, metal e madeira foram utilizados na elaboração. Um item eclético, que pode ser aplicado em qualquer tipo de projeto e traz muita beleza, brasilidade e charme aos ambientes.

CASA PORTORO © 2018 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por